Olá linguagem Brasil

r/brasil: A casa dos brasileiros no Reddit. Leia as regras e participe de nossa comunidade! The Brazilian community on Reddit. Feel free to post in … Qual a origem do repente? Como chegou ao Brasil? My name is morgana rios iam eleven years old and in the fifth grade live in jundiai.sãoPaulo.with my mom.dad.brother.four dogs and one bunny tradução Me ajuudeeem porfavoooor A finalidade do texto 1 O texto é construído por meio da seguinte metáfora?2 O texto foi publicado em uma revista apesar de fazer isso parece que se trata de uma ... 2009/11/1 André Nass - REQUEST <[hidden email]>: > Gostaria de saber qual a linguagem de programação mais recomendada ou > mais compatível com o Postgre para desenvolver aplicações para: Tenho testemunhado muitas dificuldades, não digo das linguagens em si mas do ferramental associado, talvez até da cultura, em aproveitar as características do ISO SQL presentes no PostgreSQL. Conheça quais são as funções da linguagem e suas características. Compreenda a relação delas com os elementos da comunicação. A atividade industrial continuou em trajetória de recuperação durante o mês de julho, revertendo parte da queda acumulada em março e abril, segundo dados dos... Linguagem e acesso Olá! Estou com um problema: Tenho algumas planilhas de excel que uso para fazer a tradução das frases no Qlik Sense, mas quando mudo a minha linguagem de Ingles para português, e tento acessar a app, dá erro de acesso negado. da aquisição da linguagem conduzido no Brasil, verifica-se a ampliação do interesse nessa área e uma maior diversificação de abordagens do que nos anos 70. É, entretanto, proporcionalmente ... Olá, Gostaria de saber como posso diexar somente a linguagem português/Brasil como padrão na loja. Ou seja, que não possua opção de troca de linguagem na Home da loja. Se for possível deixar oculta, não teria problema também, só não preciso tê-la na Home. Muito obrigado desde já. outletdebeleza.com.br 3/ago/2020 - Explore a pasta 'linguagem' de Ana Claudia Silva no Pinterest. Veja mais ideias sobre Atividades de alfabetização, Atividades alfabetização e letramento, Atividades. 'O Brasil é o país que mais preserva o meio ambiente. A Amazônia é nossa e nós vamos desenvolvê-la. Afinal de contas, lá existem mais de 20.000.000 de brasileiros que não podem ficar ...

Qual clube brasileiro é conhecido por tradicionalmente jogar o futebol mais bonito e ofensivo?

2020.08.20 19:01 ZageStudios Qual clube brasileiro é conhecido por tradicionalmente jogar o futebol mais bonito e ofensivo?

Olá, sou eu de novo, o italiano que fez a pergunta ignorante sobre capoeira e futebol (desculpe por isso lol).
Fiquei curioso em saber qual clube do Brasil, normalmente / tradicionalmente, joga o futebol mais ofensivo e divertido.
Desculpe por quaisquer erros de linguagem e desculpe se minhas perguntas parecem ignorantes. Sou apenas alguém que admira o futebol brasileiro e quer aprender coisas sobre ele :)
submitted by ZageStudios to futebol [link] [comments]


2020.07.10 15:56 mtwzim Seja bem vindo a /r/HayDayBrasil

Olá fazendeiros, sejam bem-vindos na nova comunidade reddit /HayDayBrasil! Por favor, sinta-se à vontade para se apresentar nos comentários abaixo, conte-nos um pouco sobre sua fazenda e como você começou a jogar o HayDay.
Se você é totalmente novo no Reddit, confira essas informações úteis. E esteja ciente de nossas regras;
  1. Sem linguagem obscena (se passar pelo filtro do jogo aqui), trolling, doxxing, tópicos inapropriados, assédio ou insultos.
  2. Não publique truques, hacks, bots, venda itens com dinheiro real ou se envolva em outros comportamentos que violem os Termos de Serviço do HayDay. Usuários que venderem itens para compensação do mundo real serão banidos.
  3. Solicitações de itens e postagens comerciais não são permitidas no subreddit.
submitted by mtwzim to HayDayBrasil [link] [comments]


2020.06.22 20:33 OBonner Como crio um site? Eu e meu amigo queremos usar o tempo da quarentena para aprender

Olá, comunidade linda do meu Brasil. Visto que a quarentena é um momento em que a gente tem bastante tempo livre, eu estou buscando aprender coisas novas. Um amigo e eu tivemos a ideia de criar um site para apresentação de portfólio como uma espécie de currículo. A ideia é criar o site do zero e nós mesmos criarmos e é aí que entra a diversão: vamos aprender na medida em que fazemos o site. O problema é que eu possuo pouco conhecimento em linguagem de programação (um pouco de python, matlab e wolfram, todos relacionados ao que vi na faculdade de eng. civil) e ele menos ainda. Por isso, venho até vocês para pedir dicas de qual linguagem deveríamos usar para a criação do site e por onde vocês aconselham estudar essa linguagem. Nós nos programamos para fazer isso tudo em dois sprints em duas semanas, mas claro que essa programação pode mudar. No mais, muito obrigado pela leitura.
submitted by OBonner to brasil [link] [comments]


2020.06.11 16:51 diegovsk_rbm Decisão de oque fazer

Olá, me chamo Diego, tenho 16 anos, estou no terceiro ano do ensino médio (onde eu estudo, só termino em 3 anos e meio pois tem curso técnico de informática integrado).
Em meio desta idade, estou um pouco indeciso/perdido do que irei fazer, mas já tenho uma ideia... Pretendo seguir na área de TI, pretendo futuramente abrir uma empresa, já me interessei por esses trabalhos autônomos de desenvolvedor, é uma possibilidade... Pretendo cursar ou Sistemas de Informação na UF da minha cidade, ou cursar Engenharia de Software (é oque mais quero), mas infelizmente não tem aqui na minha cidade, e para me mudar, acredito que não tenho condições, pois não tenho nenhuma experiência com emprego nem nada... Pensei em fazer Engenharia de Software EaD na Unicesumar, é também uma possibilidade. Também vi que muitos programadores nem sequer são formados, mas acredito que meu foco não irá ser tanto de apenas programar, e a faculdade de engenharia de software me possibilitaria de entender melhor a gestão do software, desde os requisitos do sistema até a manutenção, e tudo mais...
Também pretendo, após terminar os estudos, morar fora do Brasil para melhores oportunidades e qualidade de vida.
Atualmente, como eu havia dito, faço técnico em informática, e nessa quarentena to tentando ser mais produtivo, antes eu ficava apenas jogando, mas decidi dar um rumo na vida kkkkk comecei um curso de Ethical hacking na udemy (mas não curti tanto essa área, to fazendo mais por curiosidade), e também um de Desenvolvimento Android ( mais também por causa do meu TCC) e por enquanto é isso, e provavelmente a partir de agosto irei voltar a fazer um curso de inglês, para pelo menos ter o certificado de fluência, que sei que é muito importante.
Enfim... também tenho dúvidas em qual área vou focar, se quero ser um desenvolvedor mobile, com android, ios, java, ou até flutter e etc, ou se posso ser desenvolvedor de apps para computador, ou web. O que mais me chama atenção está sendo web e mobile... por conta dos cursos que fiz/estou fazendo, tenho uma leve familiaridade com esses 2, com o web eu vi só o básico, mas apenas HTML e CSS, e não vi ainda Javascript, e no android sei um pouco de Java.

Em meio a todas essas informações, oque me recomendam? Qual faculdade optar, em qual linguagem/tecnologias devo focar, pois sei que as coisas vão se tornando obsoletas, ouvi falar que java já está caminhando para sair do mercado, e como vou entrar no mercado apenas no futuro, já gostaria de iniciar com algo que tenha relevância no futuro.

Obrigado desde já!
submitted by diegovsk_rbm to InternetBrasil [link] [comments]


2020.04.11 11:36 LucSilver Deutsch Direkt (Curso de Alemão da BBC) PDF agora disponível

Olá, pessoal!
Vocês que se interessam por alemão e pesquisaram por vídeos no youtube talvez já tenham visto este curso. Faz tempo que eu via alguns episódios, mas sentia falta do livro pra acompanhar.
Pois bem, encontrei o livro no Internet Archive com restrições e consegui desbloquear. Deixei agora facilmente disponível.
Embora o curso seja dos anos 80, eu acho a metodologia muito boa... melhor do que muitos cursos atuais. O estudante é imerso na cultura por meio de uma linguagem autêntica desde o início. A língua é ensinada de maneira intuitiva, sem tradução, mostrando como as coisas funcionam. Palavras e frases importantes são repetidas várias vezes devagar, mas sempre com o foco em exemplos de como as pessoas realmente falam no cotidiano com velocidade normal, com diferentes sotaques... entrevistas reais com pessoas reais, situações reais. Também é interessante do ponto de vista histórico, para ver como era a Alemanha Ocidental na década de 80. O livro é bastante extenso, são mais de 300 páginas com muitos diálogos e exercícios.
Compartilhem com quem interessar! O Brasil está precisando muito de educação!
https://libgen.lc/ads.php?md5=c239e5896b25eca40d317ac2f1ffd718
https://www.youtube.com/watch?v=TLhPk1W1jVw&list=PLt6NoCieiwOxD7wNZMa79LrKeJ3yJInRT&index=2&t=4s
Edit: A qualidade de som e imagem na playlist abaixo é melhor. Porém o link anterior contém as lições de áudio para acompanhar no livro.
https://www.youtube.com/playlist?list=PLsfkZZGbu8VT8y6L3YbFsfslp8CwzEvwl
submitted by LucSilver to Idiomas [link] [comments]


2020.01.29 23:35 come_to_dust_ Tô querendo aprender a programar e gostaria de dicas!

Olá, sub!
Seguinte: eu sei que esse tópico/pergunta é bem recorrente aqui no brasil. Entretanto, como o sub está sempre crescendo, acredito que novas sugestões possam sempre surgir.
Minha situação: tenho noções mínimas de programação. No passado, já entrei em contato com o assunto, mas de maneira bem sucinta. Como não pratiquei e não dei continuidade aos estudos, esqueci tudo, haha!
Sei da existência de inúmeros sites e livros, mas gostaria de saber quais são os mais interessantes para iniciantes.
Além disso, qual linguagem escolher? (Não tenho nenhum objetivo específico em mente).
Qualquer outra dica, em qualquer âmbito, será bem-vinda.
Obrigado!
submitted by come_to_dust_ to brasil [link] [comments]


2019.11.17 21:19 flickrogerio Fazer a Echo Dot (com relógio) falar português

Olá, comprei uma Echo Dot fora do Brasil, mas é aquele modelo que tem um relógio LED. Ele também é de terceira geração mas a minha Alexa não fala português por nada.
Já tentei aquela gambiarra no Chrome para mudar para pt-BR mas não mudou a linguagem. Esse método da um erro e pede para eu tentar mais tarde.
Alguém pode me ajudar? 😊
submitted by flickrogerio to Alexa_Brasil [link] [comments]


2019.08.02 20:18 4cidquen Dicas para aprender a programar?

Olá, brasil! Eu coloquei na cabeça que quero aprender a programar, mas não sei por onde começar! Alguém pode me dar umas dicas?
Eu quero saber o básico, não escolhi uma linguagem ainda (aceito ajudas para essa escolha, inclusive) e não tenho nenhum direcionamento profissional (sou das humanas, faz muito tempo que não tenho contato com lógica/matemática). Tem que ser online. Eu conheço o Code Academy, já comecei alguns cursos por lá, mas eu sinto que nada está sendo explicado, eu sigo os passos das aulas mas nunca entendo o que estou fazendo. O mesmo vale para outros cursos que encontrei: sinto falta de uma base teórica para entrar na prática.
É isso. Se alguém puder me ajudar, agradeço :)
submitted by 4cidquen to brasil [link] [comments]


2019.06.02 02:14 luanaraldi Ajuda para o meu TCC

Olá pessoas desse meu /brasil.
Estou terminando meu TCC em Ciências da Computação e gostaria de uma ajudinha para terminar o mesmo.
Tudo que eu preciso é que acessem esse site que eu fiz https://luan-tcc-front.herokuapp.com/ e selecionem qual vitrines vocês mais gostam, é para avaliar o conteudo delas não o visual.

O TCC é um trabalho sobre algoritmos de recomendação, um deles é um algoritmo utilizando processamento de linguagem natural na analise dos usuarios e o outro é um clássico, preciso validar se o algorito com processamento de linguagem natural é de fato melhor que o original.

Muito obrigado!

PS: Por favor, só votem uma vez por pessoa, não fiz validação pra isso.
submitted by luanaraldi to brasil [link] [comments]


2019.02.21 03:07 throwawayti123 Galera da TI AJUDA - NÃO quero ser full stack, o que fazer?

//throw away account pra galerinha não me identificar
Olá pessoal da TI do Brasil, criei essa conta falsa para ouvir as opiniões mais sinceras e cruéis de todos vocês! Vou tentar não me extender muito.
Seguinte, eu trabalho na área de TI faz 10 anos aproximadamente. Acabei com o tempo me especializando em Java e trabalhando muito com essa linguagem, apesar de já ter trabalhado e saber diversas outras (C, C++, C#, NodeJS, PHP, Python, etc), e quando eu digo 'saber' não é apenas hello world, é que eu sou capaz de entregar sim uma aplicação nessas linguagens. Além disso, eu gosto bastante da parte de DevOPS, Docker, CI/CD, essas coisas todas... mas tem um porém.
Eu ODEIO trabalhar com interface do usuário (front-end). Eu sei? Sim, eu sei. Mas eu ODEIO, tenho NOJO, não gosto de jeito nenhum de digitar uma linha de HTML/CSS ou qualquer código pra front-end. Sério, eu me aprofundei bastante em outras coisas, microserviços, docker, java, spring e sei lá o que mais pra acabar fazendo telinha e alinhando campo de texto? Não é a minha praia. Nada contra quem gosta de fazer ambos os lados, mas eu não gosto.
Durante esses 10 anos eu me esforcei MUITO em tecnologias de back-end e arquiteturas novas como micro serviços. Além de gostar disso, eu faço isso para tentar ser muito bom nessa parte e não fazer telinhas. O problema é que eu tenho notado recentemente que quando eu digo que eu não quero trabalhar com front-end eu pareço um mal profissional, parece que tudo acaba ali, o pessoal esquece as outras 9103910301 coisas que eu faço muito bem porque 'ele não faz front-end'.
No outsourcing tá sendo pior, eu não consigo me estabilizar em um cliente por muito tempo, pois apesar de eu nunca ter ouvido ou ficado sabendo de nenhuma reclamação do que eu faço, sempre surge essa discussão do porque eu não quero trabalhar com o front-end, como é necessário e bla bla bla, até que ou eu saio, ou o cliente pede a troca. Não sei se é apenas aqui em São Paulo, ou em todo lugar.
Fui realocado para um cliente faz 2 semanas, estava fazendo o processo de integração e tudo mais. Até aí tudo bem, fizemos uma planning na segunda-feira e 95% das tarefas envolve front-end. Eu to muito desanimado, provavelmente vou me demitir e ficar um tempo em casa, pois o setor de TI conseguiu me desanimar fortemente nos últimos tempos.
É possível que lendo esse post você acredite que eu 'me acho demais', mas é apenas maneira de escrever. Eu não chego dizendo que sei tudo, não me vanglorio no local de trabalho, etc. Eu não sei como afirmar fortemente que eu acredito que meus conhecimentos em outras áreas além do front-end trazem bastante valor para a empresa, então no meu ponto de ver, o pessoal faz uma 'tempestade em um copo de agua'.
Eu só queria mostrar minha produtividade ao extremo nas coisas que eu gosto de fazer, entregar, ser reconhecido e respeitado por isso, sem tudo isso ir por água abaixo por uma única restrição minha.
Minhas questões são:
1) Como eu posso deixar claro essa minha restrição para o time/gerentes/clientes sem parecer 'frescura'?
2) Como eu posso em uma entrevista por exemplo, dizer 'eu não faço front-end, mas sou muito bom em........'?
Se puderem responder sem trollar (pedir isso na internet é pedir para ser trollado), dar uma opinião, conselho, dividir uma história, por favor! Eu to meio perdido.
submitted by throwawayti123 to brasil [link] [comments]


2019.01.19 20:24 gasmaskgopnik Uma sugestão sobre o subreddit (e para o Reddit no Brasil)

Olá, redditors do Brasil. Sou inscrito do brasil a alguns meses, acho muito legal a ideia de trazer essa plataforma de maneira mais acessível para nós, não falantes da língua inglesa (ou aos que preferem conteúdo em nossa linguagem nativa, mesmo).
Porém, uma coisa que venho notando ultimamente é que esse subreddit é bem, digamos, abrangente demais. Aqui, temos tirinhas, relatos, fotos de diversos assuntos, discussões e etcetera, tudo compactado em um subreddit só. Tenho uma sugestão que acredito ser muito beneficial pro Reddit como rede social aqui no país: subreddits brasileiros.
"Nossa!", você deve estar pensando agora. "Mas existem alguns subreddits brasileiros aqui e ali, é só procurar."
Bem, o fato é, nenhum destes subreddits é tão movimentando quanto este, aqui. Acredito que, se nós criarmos subreddits voltados a diversos assuntos diferentes em nossa linguagem, e divulgarmos eles (no brasil ou em algum subreddit só com esse propósito), o Reddit pode se tornar muito mais acessível pra muita gente.
Poderíamos ter, por exemplo, um HEMF (uma variante tupiniquim do TIFU), um desabafo, polbrasil.. As possibilidades são infinitas. Só depende da nossa vontade.
submitted by gasmaskgopnik to brasil [link] [comments]


2017.11.19 13:35 guiffm Dê sua opinião sobre curso de inglês

Olá galera, sou um usuário assiduo do /brasil mas acredito nunca ter postado nada fora alguns comments bobos.
Vou tentar ser o mais breve possível, dou aula faz bastante tempo (10 anos) e estudo o inglês faz o dobro disso, e, embora tenha estudado direito eu sempre acabei indo mais pro lado de professor de inglês (graças a Deus consegui pagar a faculdade com esse trampo, e, NUNCA tive reclamações)
fita é a seguinte, to cansado de ficar trabalhando pros outros, dando aula com métodos bosta que não ensinam nada pra ninguém...
então eu meio que sempre, na surdina, dei aula do "meu" jeito quando os supervisores não estavam olhando... e como eu não tive instrução formal (pedagogia,letras,etc) eu ensinei o inglês da forma que eu sempre vi... achei que eu estava provavelmente viajando na maioria das vezes mas... quanto mais eu "improvisava" mais eu via que minha lógica atingia as pessoas mais facilmente.
depois de anos ensinando e conhecendo professores cada vez melhores, um dia mostrei pra um deles (gringo nativo) o meu jeito de ensinar ... e ele imediatamente copiou pois viu uma lógica que antes não tinha visto,e, era muito mais fácil... ele testou com outros alunos e BANG! imediatamente me falou que foi melhor do que o q ele fazia.
Não estou falando que eu sou o chico xavier da linguagem, sei que muitos aqui FALAM inglês muito bem, senão nem estariam no reddit. Porém eu já testei isso com as pessoas que tinham AS MAIORES DIFICULDADES (to falando de gente que ficou 1 ano fazendo livro básico e teve que REPETIR o processo pq continuou não sabendo nada, afinal esses são os alunos desafio, aluno bom e interessado aprende em qualquer escola, ou até no videogame ou seriado) e, essas pessoas aprenderam simple present, past, future, future 2, present perfect, e, começaram a ver seriado só em inglês em menos de 3 semanas... se sentem muito mais tranquilas e agora GOSTAM de estudar a língua...
meu ponto é este agora que já tenho certeza que funciona:
COMO MONETIZAR ISSO?
Por último eu pensei em talvez só gravar vídeos com "dicas" e explicando coisas mais pontuais somente para fins de publicidade gratuita, e, dai, ensinar do "meu" jeito pros alunos que se interessassem em aulas particulares. (foda que eu não manjo nada de edição de vídeo, então to fazendo uns power points com animação, botando músicas pra poder dar um ritmo natural nos vídeos)
.. sério, eu assisti TODOS os canais que ensinam inglês para fazer comparação, honestamente achei todos bem similares ao inglês padrão em cursos que usam construtivismo ou métodos cognitivos (sério... repetição o tempo todo é o fim da picada.)
Ainda assim, os rapazes estão fazendo muito sucesso.
Então /brasil, help me out! se tem algum lugar que eu posso conseguir informação de gente culta é aqui!!
TL:DR "Acho que eu tenho um método novo de inglês, sério... é totalmente contrário à qualquer outra explicação que eu já achei. Como monetizar isso sem entregar a paçoca e acabar sendo copiado e ficar sem nada?
submitted by guiffm to brasil [link] [comments]


2017.10.24 08:50 hwqqlll A liberdade e o patrimônio da Reforma Protestante: um novo caminho para os evangélicos na vida pública

Olá /brasil!
Eu gostaria de continuar o dialogo com Taurusan e wltndd e seus textos sobre a teocracia evangélica e a teologia de domínio. Eu sou evangélico dos Estados Unidos e sou formado em história; já estudei a Reforma Protestante e a história de polêmicas teológicas em igrejas americanas durante o século XX. Eu também morei por dois anos no Brasil, onde estudei num seminário presbiteriano e trabalhei com igrejas na periferia de Recife; então eu tenho um pouco de conhecimento da situação da igreja evangélica no Brasil. Eu agradeço Taurusan e wltndd por suas abordagens claras e corretas, porque a maioria das análises do evangelicalismo que eu vejo não examinam bem as divisões dentro do evangelicalismo ou as raízes históricas das disputas que nós temos. É impossível entender uma religião usando apenas princípios gerais (por exemplo, “a fé causa violência porque ela toma o lugar do raciocínio”); temos que entender as crenças, práticas, e histórias específicas de cada religião. Desculpe se tiver algum erro de português. Também vou ter alguns links em inglês e espanhol porque não consegui achar traduções dos documentos, mas parece que a maioria de vocês no /brasil conseguem ler minha língua.
Minha intenção não é refutar o que eles disseram, mas completar o retrato que eles começaram. Acredito que a fé evangélica pode ser e tem sido uma força pela bem da sociedade. Além disso, a Reforma tem moldado o pensamento de todas as pessoas que hoje vivem numa sociedade maioritariamente cristã (como o Brasil ou os EUA).

As novas ideias da Reforma

Na Europa por volta do ano 1500, tinha um enlace quase total entre a Igreja Católica e o poder político. Quando a Espanha colonizou o mundo novo, o “requerimento” de conversão que eles apresentavam pros índios basicamente definiu a fé cristã como aceitação da soberania do rei da Espanha e do Papa. De certa maneira, Martinho Lutero introduziu a diversidade religiosa à Europa. Claro, já teve pessoas que seguiam religiões pagãs antes, mas Lutero foi o primeiro que desafiou a Igreja Católica com sucesso depois de que a Igreja consolidou seu poder. Por isso, ele teve que desenvolver uma teologia política distinta da teocracia católica medieval. Quando os protestantes enfrentaram essa nova realidade de diversidade religiosa, eles procuraram possíveis respostas na sua própria tradição teológica.
No início da Reforma, com as 95 Teses, Lutero não quis formar uma nova igreja; porém, ele introduziu algumas ideias que não eram compatíveis com a hegemonia política da Igreja Católica. Quando denunciou a prática de vender indulgências, ele também negou que o papa era capaz de oferecer remissão de pecados. Em outras palavras, as ações da igreja não mudavam realidades espirituais. Essa percepção teve grandes implicações. Se as realidades espirituais (i.e. a salvação da alma) estavam sob a jurisdição de Deus e não a da igreja, então a igreja não precisava ter controle político para efetuar a salvação das pessoas.
Logo depois, quando pregou durante a Quaresma de 1522, Lutero repudiou os reformadores que tinham incitado tumultos violentos na cidade de Wittenberg enquanto ele estava ausente. Eles tinham destruído imagens nas igrejas católicas e atacado padres enquanto celebravam as missas. Entre outras coisas, Lutero disse que a compulsão era antitética ao amor que devia caracterizar a proclamação do evangelho. Sobre as imagens, o monacato, e outras características da vida católica, Lutero falou que as pessoas tinham a liberdade de fazer ou não fazer o que não era essencial para a salvação. Isso foi uma posição bem radical, pois nem a teologia católica medieval nem a teologia dos outros reformadores previa a convivência entre pessoas com crenças diferentes sobre esses assuntos. Para Lutero, em certas ocasiões, a preferência individual tinha preferência sobre as regras da igreja.

O evangelicalismo, a sociedade, e as Escrituras

David Bebbington defina o evangelicalismo com quatro características: o biblicismo (crença na autoridade da Bíblia), o crucicentrismo (ênfase na crucificação, obra expiatória e ressurreição de Cristo), o conversionismo (ênfase na experiência da conversão), e o ativismo (a crença que o cristão deve ter uma fé ativa, visível em evangelismo, assistência social, etc.). A grande diferença entre o evangelicalismo e o protestantismo anterior é o conversionismo. Muitos historiadores dizem que o evangelicalismo (como algo distinto do protestantismo em geral) começou como o Primeiro Grande Despertamento nos anos 1730-40. De certa maneira, os primeiros evangélicos chegaram às conclusões inerentes na teologia dos Reformadores. Se a salvação é pela fé, então você não é salvo porque seus pais são cristãos e você foi batizado durante a infância. O teólogo americano Jonathan Edwards enfrentou essa questão quando ministrava durante essa época, respondendo aos abusos daqueles que acharam que sua salvação era garantida e ignoraram as exigências da fé cristã. Para Edwards e outros, a conversão era essencial porque a dependência na religiosidade da comunidade à exclusão da piedade pessoal era uma distorção da fé. Mas se a sociedade não podia garantir a religiosidade dos seus membros e às vezes impedia a fé verdadeira, qual era o propósito de ter uma sociedade cristã?
Quando a Constituição dos EUA foi escrita 50 anos depois, ela garantiu a liberdade religiosa e proibiu o estabelecimento de uma religião estadual. Essa garantia foi apoiada não somente pelos deístas mas também pelos cristãos do país, que acreditavam que o poder político não era necessário para a prática da religião e sim era capaz de distorcer e prejudicar a fé verdadeira. Várias denominações protestantes (especialmente batistas, presbiterianos, e metodistas) se opuseram ao estabelecimento do anglicanismo como religião estadual na Inglaterra e algumas colônias. É importante notar a diferença entre as concepções da liberdade religiosa entre países católicos e protestantes. Na França e outros países católicos, onde a Igreja Católica tinha poder político, o conceito do estado laico visou separar a igreja do estado. Nos EUA e outros países protestantes, já tinha uma visão de como viver a vida cristã sem ter poder político. Por isso, a concepção de liberdade religiosa nos EUA é que as pessoas são livres pra praticar sua religião e influenciar outros, porque para os protestantes, a influência cultural e controle político não são sinônimos.
Os primeiros protestantes e evangélicos desenvolveram essas ideias porque as viram nas Escrituras. Lutero apelou às epístolas paulinas e o livro de Atos para comprovar seus argumentos contra a compulsão religiosa. No Novo Testamento, a igreja é uma instituição transnacional que abrange todos os grupos étnicos e por isso não tem que se preocupar com a lei civil. Mais fundamentalmente, a história de Jesus é a história de uma pessoa que não tomou poder político. Ele até rejeitou a oferta do diabo de domínio sobre a terra. A única coroa que ele usou era uma coroa de espinhos. Embora fosse Deus, ele se esvaziou a si mesmo e tomou a forma de um homem (Filipenses 2:6-8). Não estou tentando tornar o /brasil em um ponto de pregação, mas estou tentando comunicar o jeito que a gente pensa sobre esses assuntos à luz do evangelho. Para mim, fica bem claro que a gente deve interpretar as frequentes referências bíblicas ao “Reino de Deus” como algo diferente de reinos convencionais. A história de Jesus e os primeiros 300 anos da igreja mostra que é pelo menos possível (e provavelmente recomendável) ser fiel a Jesus sem exercer poder político. Não se pode dizer isso sobre todas as religiões e ideologias políticas.

O que significa isso para o Brasil de hoje?

Não tenho muita confiança que a igreja evangélica brasileira tem aprendido as lições dessa história. Nos Estados Unidos, os evangélicos já experimentaram o poder político e foram decepcionados. Os evangélicos do Brasil ainda não tiveram essa experiência e vão ter que sentir as más consequências para aprender. Tem alguns que sinceramente amam a Jesus e vão se aprofundar no texto bíblico ao enfrentar essas questões. Vão descobrir as mesmas coisas que os reformadores descobriram e vão ver como tudo isso é aplicável à situação política atual. Tem outros que usam o cristianismo como um pretexto para o poder. Acho que alguns pastores e políticos são os herdeiros dos espanhóis que escreverem o “requerimento,” pois os dois vêem a fé cristã meramente como o exercício de poder político. Não vou mexer com a definição sociológica do evangelicalismo, mas de um ponto de visto teológico, essas pessoas são longes do reino de Deus e do evangelho.
Para quem não é cristão, espero que esse texto tenha ajudado você a aprender um pouco sobre nossa religião. Talvez ajude a evitar um “cross scare” – afinal, no contexto das referências bíblicas ao “reino de Deus” e “domínio,” essas palavras não são códigos para o estabelecimento de uma teocracia no Brasil. (Ao mesmo tempo, eu reconheço que existem vários grupos que usam essa linguagem de uma maneira diferente que eu uso.) Também, muitos paradigmas da nossa época moderna são frutos da teologia protestante. Podemos dizer que o agir de Deus não depende do poder das nossas instituições. Podemos abrir e manter um espaço para a consciência e preferência individual. O protestantismo pode ser libertador não somente para os adeptos mas também para a sociedade inteira. Além disso, se entendemos como os evangélicos dos séculos passados enfrentaram os desafios da diversidade religiosa, podemos aprender novas ideias para enfrentar nossa situação. Eu acho esses recursos teológicos essenciais para entender e lidar com essas questões (e por isso sou evangélico).
Se alguém tiver perguntas, pode perguntar. Tem muitas outras coisas que eu gostaria de incluir, mas eu queria manter o texto razoavelmente sucinto. E se alguém tiver perguntas sobre o evangelicalismo em geral ou o ambiente religioso nos Estados Unidos em comparação ao Brasil, vou tentar responder.
submitted by hwqqlll to brasil [link] [comments]


2016.09.06 14:30 wind39 Curso de programação C# online gratuito

Olá, pessoal, tudo bem?
Gostaria de compartilhar com vocês sobre o nosso curso de programação C# online inteiramente gratuito. É um curso que acontece ao vivo todo sábado às 9h da manhã, pelo Google Hangouts. O Módulo I é voltado para quem nunca programou na vida. Os Módulos I e II já foram inteiramente gravados e as aulas estão disponíveis no Youtube. No momento, estamos com uma turma em andamento do Módulo III, que aborda bancos de dados e linguagem SQL, também para iniciantes.
Segue link do curso: http://williamivanski.com.bcurso.html
Notem que o curso é inteiramente gratuito, fazemos 2 avaliações por módulo, e também oferecemos certificado de participação.
Sugestões e críticas são bem-vindas!
Obs.: Também publicado no /brasil.
submitted by wind39 to brdev [link] [comments]


2015.04.24 22:08 trixloko Desenvolvendo em Python ( + Django + Linux )

Olá moças e rapazes do /brasil ! Gostaria de conversar com vocês sobre estes três assuntos do título, no qual estou aprendendo agora. Sou formado em Analise e Desenvolvimento de Sistemas e na faculdade estudei bastante java SE e EE (entre outras coisas, mas este era o maior foco).
Recentemente, estou recebendo a demanda da minha empresa em saber programar Python, utilizando o framework Django, em ambiente Linux, e estou tendo um tempo difícil...
Gostaria de pedir a ajuda de vocês, e também, ter o contato com alguem que trabalha/conhece com isso para ter uma conversa legal aqui.
Por incrivel que pareça (porque python e django foram feitos para serem simples e fáceis) eu não consigo entende-los.
A escrita da linguagem python sim, mas a estrutura do Django não. (Não sei se fica claro)
Com a parte 'web', já trabalhei com JSP,JSF,PHP,JSON,JS(JQUERY) entre outros.
Acho que é porque sou novo ainda, não tenho a 'malicia' dos desenvolvedores mais maduros... Ainda me falta muito...
O contato que estou tendo para aprender as sintaxes da linguagem é o codeacademy.
Estava tentando entender a estrutura do Django pelo 'aprendendo django no planeta terra' mas parece que lá está mais bem explicado para o ambiente windows.
submitted by trixloko to brasil [link] [comments]


YouTube Portugal, Brasil - World Language School - YouTube Programação em C - Aula 4 - Hello World - eXcript - YouTube Práticas de linguagem em diferentes áreas do conhecimento

Funções da linguagem: quais são e características - Brasil ...

  1. YouTube
  2. Portugal, Brasil - World Language School - YouTube
  3. Programação em C - Aula 4 - Hello World - eXcript - YouTube
  4. Práticas de linguagem em diferentes áreas do conhecimento
  5. Golang - Aula 12 (Interfaces) - Go OO
  6. Popular on YouTube - Brazil - YouTube
  7. O que sempre cai de Linguagens no Enem? - Brasil Escola
  8. Olá Brasil! - YouTube

Como fazer o programa Hello World em C? Nessa aula iremos desenvolver o programa inicial, utilizado para demonstrar o básico das linguagens de programação. E... Olá Brasil! É um canal louco, onde Alexis, um bixo importado da França, fala sobre diversos assuntos. Nessa aula vamos entender ainda mais de como Go se comporta quanto a Orientação a Objetos. Descubra como criar suas próprias interfaces a aumentar o poder de suas funções. Código: https ... Fique ligado nos assuntos que mais caem na prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias no Enem. Quer saber mais sobre o tema? Brasil Escola Dicas de Linguagens,Códigos e Redação para o ... The pulse of what's popular on YouTube - Brazil. Check out the latest music videos, trailers, comedy clips, and everything else that people are watching righ... Aproveite vídeos e música que você ama, envie conteúdo original e compartilhe-o com amigos, parentes e o mundo no YouTube. Video do projeto Práticas de Linguagem em Diferentes Áreas do Conhecimento na Escola Pública, desenvolvido por professores do Programa Interdisciplinar de Pó... Olá. Memorize com seu inconsciente! Aprenda uma novo idioma com os 30 anos de conhecimento da WLS! As sentenças que você aprendeu ficarão na sua memória por ...